Casal é condenado a mais de 30 anos por matar o próprio integrante de facção que roubou sem "autorização" em Pau dos Ferros

Janailson Nascimento Souza foi morto do dia 7 de julho de 2018, em Pau dos Ferros.

A pedido do Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN), o Tribunal do Júri de Pau dos Ferros condenou um casal integrante de facção criminosa pelo homicídio de outro integrante do mesmo grupo. Crime ocorreu em 2018, na cidade de Pau dos Ferros. O casal também foi sentenciado por participar de facção criminosa e de associação para o tráfico e outros crimes. 

Auri Ferreira Pinheiro Júnior (conhecido por Júnior de Auri e Júnior Loucão) foi condenado a 41 anos e oito meses de reclusão em regime fechado e ao pagamento de 1.770 dias-multa. Já a esposa dele, Juliana Katiucia Assis Sobrinho, recebeu sentença de 34 anos e quatro meses de reclusão em regime fechado e o pagamento de 1.340 dias-multa. 

No início da noite do dia 7 de julho de 2018, Janailson Nascimento Souza recebeu vários disparos de arma de fogo quando estava dentro de uma casa no bairro Manoel Deodato. Os tiros foram efetuados por Auri, que chegou ao local e foi embora com a companheira e cúmplice. 

A ação foi executada sem chance de defesa para a vítima, fato que foi levado em consideração para fixação da pena de ambos, assim como a motivação ter sido considerada torpe. 

É que Janaílson teria cometido roubos/furtos na cidade sem a “autorização” de uma organização criminosa da qual participava. Por causa disso, a facção o submeteu a um “julgamento” clandestino, sem que na ocasião tivesse sido aplicada alguma “punição” a Janailson.

A vítima ainda acumulava uma dívida de compra de drogas junto ao réu e assim, que, por isso, resolveu executá-lo.

Nenhum comentário:

FORMULÁRIO DE CONTATO

Nome

E-mail *

Mensagem *