Homem morre atropelado ao tentar atravessar a BR 304 em Mossoró

Júlio Sabino da Silva Junior, de 39 anos, morreu vítima de acidente de transito no início da noite deste domingo, 25 de Setembro de 2022, na BR 304, próximo a Comunidade da Maísa, na Zona Rural de Mossoró.

Segundo a Polícia Rodoviária Federal, ele tentou atravessar a rodovia a pé e acabou sendo colhido por uma caminhonete do tipo S10. O caso ocorreu por volta das 18h30min.

Uma ambulância de suporte avançado do Samu foi ao local e constatou o óbito. O motorista do veiculo permaneceu no local e deu toda assistência.

Ainda de acordo com informações, a vítima antes de ser atropelada estava bebendo com amigos no Assentamento Oziel, e quando tentava atravessa a BR acabou sendo atropelada e morta.

O corpo da vítima foi removido pelo ITEP para a sua base, onde será necropsiado e depois liberado para sepultamento.
 
Foto: O Câmera 

Criminosos furtam 1200 metros de fios de cobre e deixam 40 residências sem energia em Grossos


A Neoenergia Cosern informa que registrou um furto de oito vãos (1.200 metros) de cabos da rede elétrica na Serra de Grossos, na região da Costa Branca. A ação ocorreu às 3h16 deste sábado (24), afetando 40 clientes, entre residências e empresas.

Devido à complexidade da atividade de recomposição da fiação, que é em uma área de difícil acesso, a previsão de reestabelecimento do fornecimento de energia é às 23h de hoje (24).

Esse é o segundo furto de fios registrado nesta semana. Há cerca de 07 dias, 1.200 residências ficaram sem energia na zona rural de Grossos, após o furto de 1600 metros de fios na estrada vicinal de acesso ao Córrego.

Colisão entre carro e carroça deixa uma pessoa morta na BR 405 em Mossoró

Na noite deste sábado, 24 de Setembro de 2022, a Polícia Rodoviária Federal registrou um acidente de transito com vítima fatal na BR 405, próximo ao bairro Forno Velho em Mossoró.

Segundo informações, houve uma colisão envolvendo um carro do tipo Celta e uma carroça, onde o carroceiro foi a óbito na hora. 

Os dois transportes seguiam no mesmo, quando o carro atingiu a traseira da carroça. A colisão foi tão grande que a carroça ficou totalmente destruída e o animal ficou com as duas pernas quebradas.

Ainda de acordo com informações, o condutor do veiculo ficou preso as ferragens e foi retirado pelo corpo de bombeiros e em seguida, levado em estado grave para ao Hospital Tarcísio Maia.

A vítima fatal foi identificada como José Altair Holanda Almeida, de 38 anos. Após os trabalhos de pericia, o corpo de foi removido pelo ITEP para a sua base, onde será necropsiado e depois liberado para sepultamento.

Homem é preso por trafico de drogas em Assú

Paulo Cesar da Silva Junior, de 27 anos, foi preso pelo crime de trafico de drogas (artigo 33) no inicio da noite desta sexta-feira, 23 de Setembro de 2022, no município de Assú, no Rio Grande do Norte.

Os policiais militares da Força Tática do 10° BPM realizavam patrulhamento de rotina pelo bairro Dom Elizeu, quando visualizaram alguns homens em atitude suspeita.

Paulo Cesar ao avistar a guarnição correu e adentrou numa residência, mas logo foi contido e abordado. Em seu poder foram encontrados 11 pedras de crack e 680,00 em dinheiro fracionado.

Diante dos fatos, a ocorrência foi encaminhada a Delegacia de Plantão em Mossoró, onde o suspeito foi ouvido e autuado pelo crime de trafico de drogas (artigo 33).

Na manhã de hoje (24), Paulo Cesar foi encaminhado ao sistema prisional, onde está a disposição da justiça. 

PM prende individuo com mandado de prisão em aberto no bairro Alto de São Manoel em Mossoró

Policiais militares do 12° BPM realizavam patrulhamento ostensivo na tarde desta sexta-feira, 23 de Setembro de 2022, quando abordaram um elemento que transitava em via pública na região do "Pirrichil" no Grande Alto de São Manoel, em Mossoró.

Na abordagem, foi constatado que contra Antônio Lucio da Silva Junior, "Dito" de 27 anos, havia em seu desfavor um mandado de prisão em aberto. Ele foi condenado pela justiça de Assú há 14 anos, pelo crime de roubo (artigo 157). 

Diante dos fatos, o mesmo recebeu voz de prisão e foi conduzido a Delegacia de Plantão. Após os procedimentos, Antônio Lucio foi encaminhado ao sistema prisional, onde ficará a disposição da justiça.

Blitz noturna orienta condutores sobre o respeito às leis de trânsito em Mossoró

A mobilização educativa faz parte da programação da Semana Nacional de Trânsito, que tem a proposta de conscientizar a sociedade e preservar vidas no trânsito. Nesta quinta-feira (22), agentes pedagógicos da Secretaria Municipal de Segurança Pública, Defesa Civil, Mobilidade Urbana e Trânsito (SESDEM) visitaram bares e restaurantes da cidade com objetivo de passar orientações sobre a Lei Seca, o cuidado e a atenção no trânsito.

O trabalho de caráter educativo levou à reflexão sobre as consequências da combinação do consumo de álcool e condução de veículos automotores. Com uso do etilômetro, equipamento utilizado na fiscalização de trânsito que afere a concentração de bebida alcoólica através do ar expelido pelo condutor,  os agentes realizaram testes e enfatizaram as penalidades previstas na legislação em vigor.

Maribel Oliveira, coordenadora de ações pedagógicas da Sesdem, explicou que o principal objetivo da mobilização é chamar atenção do condutor sobre um problema recorrente, que se torna potencial para o acidente de trânsito: dirigir sob efeito de álcool. A pedagoga lembra do respeito e da responsabilidade como elementos fundamentais para a condução segura.

“Estamos visitando bares e restaurantes noturnos justamente passando a mensagem de que se beber, não dirija. Abordamos, apresentamos a proposta da campanha e convidamos os clientes para o teste com o bafômetro. Realizamos blitz noturna para chamar atenção do condutor e divulgar a importância de não fazer uso do álcool no trânsito", disse Maribel Oliveira.

Deusdedit Júnior parabenizou a ação educativa realizada pela Prefeitura de Mossoró. Integrante do Moto Clube Mossoró, o motociclista falou da necessidade de seguir as leis de trânsito. “Acho a ação pedagógica importantíssima. A Lei Seca é importante, precisamos seguir as leis de trânsito, parabéns pela ação. Nota dez, a lei é um pé no freio. Imagine eu consumir álcool e dirigir depois, sobrar numa curva, e minha família, meu amigos, jamais farei isso”, disse.

“O trânsito é um dos principais causadores de lesões e de perdas de parentes, então, temos que observar a legislação e a atenção do condutor e os equipamentos obrigatórios de segurança para uma direção mais segura. Hoje em Mossoró conseguimos demonstrar com a utilização do etilômetro, com as pessoas realizando o teste, os riscos iminentes à utilização do álcool e direção podem causar na condução dos veículos automotores”, disse o PRF Cavalcante.

Com os temas “Juntos Salvamos Vidas” e “Lei Seca: tolerância zero”, a ação noturna contou com a participação da Polícia Rodoviária Federal (PRF), 2º Distrito de Polícia Rodoviária Estadual (DPRE) e agentes de trânsito locais.

Pesquisador mossoroense quer criar Centro de Reabilitação da Covid, Chikunguya e outras doenças

Quem não sofre com os sintomas da Covid-19? Quem aqui não sofre ou conhece alguém que sofre ou já sofreu constantemente com dores e inchaços causados pelas sequelas da Chikunguya e outras doenças? Essas são perguntas formuladas pelo jovem pesquisador Paulo Paiva, que desenvolveu através de sua pesquisa um projeto de lei que cria o Centro de Reabilitação Covid-19 ou Centro de Reabilitação de doenças tropicais.

Natural de Mossoró, no Rio Grande do Norte, o pesquisador, que já foi matéria de jornais em Portugal, Estados Unidos e em vários outros Estados aqui do Brasil, e que segundo ele amarga na sua própria terra a falta de apoio. A iniciativa de Paulo se transformou até em lei, aprovada nas cidades de Grossos, Baraúna, e, na última semana, em Areia Branca.

Paulo que coleciona medalhas e títulos de cidadania por conta das suas iniciativas, que ao passar dos anos poderá salvar a vida de milhares de pessoas sequeladas, tem 26 anos de idade e está cursando duas graduações. Filho de vendedora de tapioca e de entregador de água mineral, adianta que está vendo seu sonho de ajudar as pessoas desabando aos poucos por falta de apoio do poder público. Trabalhando em um laboratório improvisado no quarto de sua residência, contando com microscópios doados ou comprados com recursos próprios, Paulo Paiva pede ajuda para conseguir custear os gastos da sua pesquisa.

– Um país onde existe um fundo bilionário para eleições, poderia e deveria sobrar nem que fosse algumas migalhas para que eu e outros Paulos pudessem manter vivos a esperança, e destruir a maior doença da sociedade: o egoísmo” – comenta o pesquisador

As doações podem ser feitas através da vaquinha de doações virtuais, a partir de 1 real ou através do contato direto com Paulo Paula, no whatsaapp.

Veja como contribuir

Link para doações: https://www.vakinha.com.br/vaquinha/ajuda-para-continua-pesquisa-sobre-…

PIX : CPF 107.608.764-79

FRANCISCO PAULO RAMON ROCHA PAIVA (NUBANK)

TELEFONE DE CONTATO (84) 9 9896-1913.

MPF denuncia 54 pessoas por tráfico e posse de pelo menos 14 toneladas de cocaína no RN


O Ministério Público Federal (MPF) apresentou denúncia contra 54 pessoas envolvidas no tráfico de, pelo menos, oito toneladas de cocaína para a Europa, através do Porto de Natal e de diversos outros portos do país. Além da droga apreendida quando estava sendo remetida para o exterior, outras seis toneladas foram encontradas em posse do grupo - a maior parte no município de Areia Branca (RN) -, em julho deste ano.

A organização criminosa liderada por João Paulo Ribeiro, conhecido como “Bokinha” ou “BK”, era formada em sua maioria por paulistas, mas ultimamente estava concentrada no Rio Grande do Norte, com ramificações nos portos de Santos/SP, Salvador/BA, Fortaleza/CE e Belém/PA. Eles aproveitavam contêineres com diversos tipos de produtos e os “contaminavam” (termo pelo qual é conhecido o ato de incluir as drogas em meio a cargas lícitas). Além de entrar nos portos já com os contêineres “contaminados”, em pelo menos uma das vezes o grupo tentou levar a droga diretamente para um navio, a partir de uma lancha, modalidade conhecida como “içamento”.

As oito toneladas representam o somatório de diversas cargas apreendidas a caminho ou já dentro de portos do Brasil, assim como ao chegar nos portos europeus. No último dia 13 de julho, a Polícia Federal encontrou mais seis toneladas em posse da quadrilha, sendo 5,15 toneladas na cidade de Areia Branca, litoral norte potiguar (outros 960 kg estavam em Santos/SP e 39 kg em Salvador/BA). Foi a maior apreensão de drogas já realizada no Rio Grande do Norte.

O MPF concluiu que a organização trabalhava a partir de, pelo menos, três núcleos: um funcionando na Região Metropolitana de Natal (com a base operacional em São José de Mipibu); outro em Areia Branca (onde prepondera a modalidade de içamento); e um terceiro formado por pessoas ligadas à empresa Global Log, responsável pela logística necessária para o envio de drogas para a Europa, buscando junto a empresas de carga contêineres nos quais pudesse inserir a cocaína, além de negociar com os operadores internacionais.

Na denúncia, de autoria do procurador da República Fernando Rocha, os envolvidos são acusados de crimes como tráfico internacional de drogas (artigo 33, caput, c/c 40, inciso I da Lei nº 11.343/2006) e constituição e participação em organização criminosa (artigo 2º da Lei nº 12.850/2013) voltada para a prática do crime de tráfico internacional de drogas e lavagem de capitais (artigo 1º da 9.613/1998).

Apreensões - As investigações tiveram início em julho de 2021. No dia 5 daquele mês foram apreendidos 553 kg de cocaína em um contêiner com carga de limão, no Porto de Natal. O caminhão desviou da rota, passando por São José de Mipibu, e o registro de temperatura do contêiner dava indícios de ter sido aberto mesmo depois de lacrado. O motorista Jefferson dos Santos havia sido réu em um processo de 2018 que o acusava de ser responsável pela entrega de uma carga semelhante em Santos, com destino ao porto da Antuérpia, na Bélgica, em meio à qual foram apreendidos 760 kg da droga.

A Polícia Federal obteve a quebra do sigilo telefônico e de dados de parte dos envolvidos e montou uma ampla investigação, coletando imagens, mensagens, gravações, informações bancárias, entre outras pistas. O MPF concluiu que os criminosos já atuavam em diversos estados e, em 2021, se estabeleceram no Rio Grande do Norte, para onde veio João Paulo Ribeiro.

Em São José de Mipibu ficava, além da base operacional, a empresa transportadora de frutas Transderi, cujo proprietário, Derinaldo dos Santos, utilizava tanto para a “contaminação” dos contêineres, quanto para recrutar motoristas interessados no esquema. Um dos seus empregados, José Heriberto de Oliveira, foi o responsável por entregar um contêiner de mangas no Porto de Natal, em 25 de março de 2021, em meio ao qual foram encontrados 398 kg de cocaína, após chegar em Roterdã, na Holanda.

Outro motorista, José Alves Neto, entregou um contêiner no Porto de Mucuripe/CE, também destinado a Roterdã, em maio de 2021. Escaneado durante o transbordo no porto de Le Havre, na França, em maio de 2021, foram encontrados 640 kg de cocaína, inseridos entre caixas de manga. Mais uma apreensão ocorreu nesse mesmo mês, já em Roterdã, e incluía 550 kg de cocaína, em um contêiner enviado de Natal com uma carga de jerimum.

Winsthon Túlio transportou, em novembro de 2021, um contêiner até o porto de Natal no qual a Polícia Federal encontrou aproximadamente 265 kg da droga, entre mangas destinadas à Holanda. Enquanto José Carlos Damásio entregou outro contêiner, no mesmo porto e no final do mesmo mês, onde foram apreendidos 1.627 kg de cocaína, escondidos sob uma carga de gengibre.

Içamento – Já em fevereiro de 2022, Juan Barreto Pardal, Maurício Passos de Oliveira e Vítor Silva foram presos em flagrante, às margens do rio Potengi, com 383 kg de cocaína. Eles iriam levar a droga direto para um navio atracado no porto de Natal, a partir de uma lancha. A “carga” seria içada e adicionada a algum contêiner com destino à Europa. Para a operação, aliciaram o funcionário de uma empresa que presta serviços no porto, Ornelino Batista.

Houve ainda apreensões de 440 kg de cocaína no Porto de Barcarena, no Pará, no final de 2021 (pelo mesmo local sairiam mais 150 kg, em uma carga de madeira, mas cuja proposta parece não ter se concretizado); e outra de 487 kg no Porto de Mucuripe, no Ceará, em dezembro de 2021. Em janeiro de 2022 os investigados obtiveram sucesso em remeter à Europa 100 kg de cocaína dissimulados em uma carga de açúcar, através do Porto de Salvador/BA. Contudo, no mês seguinte foram apreendidos 281 kg da droga, no mesmo porto, em uma carga de polietileno que tinha como destino final a China, parando antes na Espanha.

Outra apreensão, de 1.065 kg de cocaína, ocorreu em Rouen na França (em carga vinda de Mucuripe), em março de 2021. Os diálogos entre os envolvidos apontaram, contudo, que houve um envio “bem sucedido” de 500 kg de cocaína para aquele país. Após várias apreensões, o grupo voltou suas atividades ao Porto de Santos, onde em maio deste ano foram apreendidos 346 kg de cocaína, em um contêiner carregado de minério.

Papeis – Em todos os núcleos da organização criminosa havia divisão de tarefas. “Bokinha” liderava o esquema com o auxílio da esposa, Angeluce da Silva Ribeiro. No núcleo da Grande Natal, o líder tinha o auxílio também de José Targino Júnior e Marivaldo Passos. As atividades de inteligência eram realizadas por Bruno Vieira e as executivas por Luan da Silva.

Na parte “operacional” atuavam Vitor da Silva, Marcos Falconeres, Douglas Dagoberto, Anderson Florentino, Bruno Targino, Victor Umberto, Luís Limdemberg e Juan Barreto. Em um segundo grupo operacional ligado ao transporte de cargas destacam-se Derinaldo dos Santos e os motoristas Jonathan da Costa, Jefferson dos Santos, José Alves Neto, Whinston Túlio, José Heriberto e José Carlos Damásio.

No núcleo de “içamento” de drogas, as ações de inteligência ficavam com Bruno dos Santos Telles e Bruno Vieira; as atividades de financiamento e contabilidade com Marcelo Santos e Marivaldo Passos, respectivamente; e as ações de “içamento” eram lideradas por Maurício Passos e contavam com Vítor da Silva, Augusto dos Santos, Anderson Florentino, Juan Barreto, Jefferson dos Santos, Jonathan da Costa, Pedro Henrique de Sá, Lucas Martins, Higor Galvão e Ornelino Batista. Cristiano Nunes e Luiz Carlos Wanderley agiam principalmente a partir de Areia Branca.

Já na Global Log atuavam os sócios da empresa Henrique Félix, Thiago Parizotti, Felipe Parizotti e Fabrício Melo. O diretor Pedro Henrique da Silva (ex-policial militar); o gerente de transporte Marcus Fabrício; o irmão de Thiago, o PM licenciado Fernando Parizotti; o consultor comercial Carlos Pereira Júnior; além de financiadores do grupo, como Caio César Mendes e Rafael Cristian Nunes.

Jadson Mathias, por sua vez, trabalhava como intermediador junto aos operadores internacionais, dentre os quais se destacam Marcelo Mendes e Karine de Oliveira, “conhecidos como uns dos maiores operadores internacionais de entorpecentes”. Ambos foram condenados a mais de 15 anos de prisão em decorrência das apurações da Operação Alba Vírus, mas estão foragidos da justiça. Também exercia o papel de operador internacional Saulo Henrique dos Santos.

Junto à Global havia ainda os caminhoneiros João Tarcísio, Danilo dos Santos, Sandro Santos e Nielson Lobato. Na parte da execução das operações, estavam Daniel Erison, Cristiano João da Silva e Pedro Henrique Barros. Outros envolvidos com a organização são Isaías Santana e o motorista Fabrício Bueno.

A ação penal irá tramitar na Justiça Federal no Rio Grande do Norte sob o número 0808282-66.2022.4.05.8400 e o MPF requereu o “declínio parcial de competência, quanto aos crimes de tráfico, associação para o tráfico e financiamento do tráfico ocorridos nos estados de São Paulo, Bahia, Ceará e Pará”.

Homem é morto a tiros em Alto do Rodrigues

Um crime de homicídio com características de execução, foi registrado na manhã desta sexta-feira, 23 de Setembro de 2022, no município de Alto do Rodrigues, no interior do Rio Grande do Norte.

Antônio Alef Paulino da Silva, de 29 anos, foi morto a tiros numa área de mata nas proximidades do abatedouro.

O corpo foi encontrado por populares que passavam pelo local se depararam com a vítima crivada de balas e acionaram a PM.

Até o momento não há informações sobre a motivação e a autoria do crime. Segundo a polícia Antônio Alef tinha passagens por delegacias.

O corpo dele foi trazido pelo ITEP para a sua base em Mossoró, onde será necropsiado e depois liberado para sepultamento. A Polícia Civil irá investigar o caso. 

Popular reage assalto e atira em adolescente no Conjunto Redenção em Mossoró

Um adolescente de 16 anos, foi baleado na anoite desta quinta-feira, 22 de Setembro de 2022, no Conjunto Redenção, na Zona Oeste de Mossoró. 

Segundo a Polícia Militar, ele estava numa motocicleta do tipo Traxx cometendo assaltos juntamente com um comparsa. 

Durante um dos roubos, um popular que presenciou a ação, reagiu e atirou contra a dupla, sendo o menor atingido com um disparo no braço esquerdo.

O adolescente permaneceu no local e foi detido na Rua General de Gaulle, próximo à Capela. Já o amigo dele conseguiu se evadir e até o momento não foi encontrado. 

Uma guarnição da Guarda Civil Municipal socorreu o infrator para o Hospital Tarcísio Maia, e após receber alta, deverá ser conduzido a Delegacia de Plantão.

FORMULÁRIO DE CONTATO

Nome

E-mail *

Mensagem *