Mossoró: MPRN denuncia trio pelo assassinato de Eliel Ferreira


O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) ofereceu denúncia à Justiça estadual contra três pessoas pelo assassinato do o bacharel em Direito Eliel Ferreira Cavalcante Júnior e pela tentativa de homicídio de Lucas Emanuel Pereira de Menezes Ferreira. Os crimes ocorreram no dia 9 de abril deste ano, na rua Francisco Bernardo, no bairro Boa Vista, em Mossoró. 
 
De acordo com a denúncia, os crimes foram praticados por motivo torpe e mediante recurso que dificultou as chances de defesa das vítimas.
 
O MPRN também requereu a prisão preventiva de dois dos denunciados. Em manifestação sobre o pedido do MPRN, a Justiça afirmou haver evidências nos autos, através de relatos de testemunhas, que a prática delituosa ocorreu em razão de suspeitas infundadas de que as vítimas Eliel Ferreira e Lucas Emanoel poderiam ser “ladrões”, embora não se saiba ao certo até este momento o que levou os acusados a terem este entendimento. Agiram os denunciados como pretensos “justiceiros”, promovendo um “julgamento” sumário e sem proporcionar defesa, segundo suas próprias e medievais regras, escolhendo tirar a vida de inocentes, algo que não se justificaria ainda que fossem as vítimas de fato “ladrões”.
 
Para a Justiça, a forma como agiram, concorrendo para uma tentativa de homicídio de uma vítima e para morte de outra, dentro de um contexto de pretenso justiçamento que desrespeita todas as regras sociais e deixa nossa sociedade à mercê da barbárie, exige a decretação de suas custódias preventivas como forma de garantir a ordem púbica tão abalada com a prática de tal ato. 
 
O crime
 
Segundo o inquérito policial, Eliel Ferreira e Lucas Emanuel estavam conversando em frente à garagem do condomínio onde um deles morava, no dia 9 de abril deste ano, por volta das 21h40, quando foram abordados por dois homens, enquanto um terceiro, portando uma arma de fogo, do outro lado da rua, também se aproximou deles. No momento da abordagem, Lucas se desfez de um celular, arremessando na área do condomínio, acreditando se tratar de um "assalto". 

Em poucos instantes, dois disparos de arma de fogo foram efetuados por um dos criminosos contra as vítimas, tendo o segundo disparo sido direcionado para Lucas, que conseguiu correr e se esconder em uma residência. 
 
Eliel Ferreira, mesmo baleado, chegou a correr, na tentativa de fugir dos criminosos, mas foi perseguido e atingido por sete disparos de arma de fogo, vindo a óbito no local. Conforme o inquérito policial, ele teria sido confundido com um assaltante.

Nenhum comentário:

FORMULÁRIO DE CONTATO

Nome

E-mail *

Mensagem *