Audiência de instrução sobre o caso Eliel é marcada para o dia 20 de julho, em Mossoró


O juiz Vagnos Kelly Figueiredo de Medeiros marcou a audiência de instrução sobre o caso do homicídio de Eliel Ferreira Cavalcante Júnior para o próximo dia 20 de julho.

A audiência será realizada a partir das 9h, na sala de audiência da 1ª Vara Criminal, localizada no Fórum Municipal Desembargador Silveira Martins, em Mossoró.

Na oportunidade, estarão presentes o juiz Vagnos Kelly, o promotor Ítalo Moreira Martins, os advogados dos réus, os advogados que irão atuar como assistentes da acusação e as testemunhas do caso.

A audiência de instrução tem o objetivo de reunir provas para saber se os acusados devem ou não ir a júri popular.

Conforme explicou o Dr. Ítalo Moreira, os depoimentos que as testemunhas já forneceram na delegacia, que constam no inquérito policial, têm como finalidade principal servir como fundamento para o promotor oferecer, ou não, a denúncia.

Com base nestes depoimentos, a denúncia foi oferecida no início do mês de maio. Ialamy Gonzaga, o Junior Preto, Josemberg Alexandre da Silva, conhecido por "Beberg" e Francisco de Assis Ferreira da Silva, o "Nenem”, que já estão presos, foram acusados pelo homicídio de Eliel e por tentar matar o companheiro dele, Lucas Emanoel, no dia 9 de abril de 2022, no bairro Boa Vista.

Agora, esses depoimentos também terão que ser prestados durante a audiência de instrução, para que essas provas sobre o crime também sejam produzidas na justiça.

Terminada a instrução será concluído o processo para saber se o caso será remetido a julgamento pelo tribunal do júri popular.

O promotor acredita que, diante das provas que já constam nos autos, que devem ser confirmadas na justiça, os réus devem sim ir a julgamento do conselho de sentença.

Mossoró Hoje

Nenhum comentário:

FORMULÁRIO DE CONTATO

Nome

E-mail *

Mensagem *